• SPYC

“Era a maior obra do gênero, à época, em todo o hemisfério sul.”

M'boy-Guaçu, era esse o outro nome do rio Guarapiranga, lá no início do século 20. Ele ficava nos arredores da Vila de Santo Amaro, que era “administrativamente autônoma, abrigo de antiga colônia alemã e de economia pouco expressiva”.

Por ali, projetou-se uma “super hiper mega” barragem: 1.640 metros de extensão, 15 metros de altura máxima, 200 milhões de metros cúbicos de água a ser armazenada. “Era a maior obra do gênero, à época, em todo o hemisfério sul.” Em 1906, as obras começaram.


Em 1917, a dupla de ingleses fundou – mas ainda sem sede – o São Paulo Sailing Club, que mais tarde seria rebatizado como São Paulo Yacht Club (SPYC).


Texto e imagem copiados do site da ANG.

O resto da história da barragem, dos primeiros clubes, do bairro de Interlagos e a Av. Washington Luis estão disponíveis no site da associação:

https://www.guarapiranga.org/post/guarapiranga-100-anos-temporada-1

https://www.guarapiranga.org/post/guarapiranga-100-anos-temporada-2